O intestino é o novo cérebro?

Cada vez mais, especialistas em medicina e nutrição acreditam que o nosso sistema digestivo possui funções muito além de “apenas” processar a comida. Vamos conversar sobre o por quê a afirmação do intestino ser o nosso cérebro tá sendo cada vez mais vista por aí?!

 

E acredite: ele tem mais neurônios que a espinha dorsal e age independente do sistema nervoso central. Sim, é do intestino que estamos falando! A complexa comunidade microbiana que faz parte do intestino influencia muito no nosso bem-estar geral. Por isso, a comunidade médica acredita que o sistema digestivo possui um papel fundamental no funcionamento do corpo físico mas também do mental.

 

A doutora Megan Rossi conversou com a equipe da BBC e contou um pouquinho alguns fatos que devemos estar atentos:

 

- O nosso intestino pode funcionar sozinho. Ele tem autonomia pra tomar decisões e não precisa que o cérebro o comande. Isso é um sinal bem importante da independência do órgão e como ele se autogoverna. Na verdade, o que comanda o intestino é o sistema nervoso entérico, mas o funcionamento acontece de forma individual.

 

- mais de 70% das células do sistema imunológico estão no intestino, por isso ele é uma peça chave pra nossa imunidade a doenças. Por exemplo, a especialista frisa que quem tem problemas intestinais é provavelmente mais vulnerável a ter doenças comuns, como uma gripe, por exemplo.

- metade das nossas fezes são bactérias. Muitas são boas e podem ajudar no tratamento de pessoas com intestino debilitado. Megan considera normal ir ao banheiro de 3 vezes ao dia até 3 vezes por semana!

 

- o nosso intestino tá diretamente relacionado ao estresse e ao ânimo. Quando temos alguma disfunção intestinal temos que observar a alimentação, mas também além disso. Por isso é necessário melhor os hábitos sempre, uma evolução constante. Desestressar é fundamental pro funcionamento normal de todos os nossos órgãos.

 

- a maior parte da serotonina do nosso corpo (de 80 a 90%) tá na parte gastrointestinal. Isso significa que a digestão é diretamente relacionada aos nossos índices de felicidade e humor. Muito estresse e ansiedade influenciam nessa concentração e podem diminuir a produção.

 

- a saúde intestinal pode ser melhorada com simples mudanças de hábitos, como ter uma dieta diversificada pra diversificar também o microbioma intestinal; fazer meditação/relaxamento/mindfulness/yoga; evite tomar álcool, cafeína e comidas apimentadas pois podem agravar algum problema intestinal já existente; busque dormir bem – isso pode prejudicar o intestino também!

 

E conta com a gente na busca por uma dieta completa, rica em fibras, vitaminas e minerais! Vamos conversar pra fazermos a melhor escolha pra sua vida???


  AlimentosSaúde