MENU

Carrinho 0 Favoritos 0
Loja Virtual
Kits Refeição Proteínas Carboidratos Legumes Veganos Sopas Salgados/Crepes Snacks e Doces
A FeelJoy
Quem somos No que acreditamos Tecnologia Parceiros Fornecedores
Depoimentos Na mídia Responsabilidade Social
Programas Dúvidas Frequentes Blog Contato Rio Grande do Sul
51 3028.2251 51 99512.5712
São Paulo
11 3032-4323 11 99320.9250

Já é usuário?

Login com Facebook
Esqueceu sua senha?

Não possui cadastro? Então

CADASTRE-SE
ou
|
0
R$0,00 0
  • Seu carrinho está vazio!

Programas Dúvidas Frequentes Blog Contato
Como a alimentação pode te ajudar a prevenir gripes e resfriados

Como a alimentação pode te ajudar a prevenir gripes e resfriados

A Mari Weckerle, nossa Guria Natureba, dividiu com os leitores do próprio site uma matéria super interessante sobre a importância da alimentação na nossa saúde como prevenção! Nada melhor do que dividir com quem adora saber mais sobre tudo isso: vocês!
 
Então, confere aí: 


Sensação de fraqueza, dores de cabeça e nariz entupido:  resfriado e gripe não têm a menor graça, né?
O segredo é prevenir, como sempre ouvimos falar: “é melhor prevenir do que remediar.” Você já sabia que os alimentos do dia a dia podem te ajudar nisso?


A nutri Jociane Catafesta falou sobre eles e deu várias dicas de alimentos que ajudam na prevenção:
Um dos nutrientes mais falados (até por nossas avós) é a vitamina C, que tem este efeito de prevenir e recuperar de uma gripe. Quando falamos em alimentos temos que pensar que frutas e verduras são ricas em vitamina C e melhor absorvidas junto com outros nutrientes.  Devo salientar que para a boa saúde do sistema imunológico devemos consumir em torno de 800 gramas de frutas e/ou legumes ao dia, isso corresponde a 10 porções de frutas ou legumes, por exemplo: 1 bergamota, 2 fatias de mamão, 2 kiwis, 1 cenoura, 10 tomates cereja e mais um prato cheinho de folhas, como alface e rúcula.

Alimentos fontes: a acerola é uma das frutas mais ricas em vitamina C e a boa notícia é que a sua polpa congelada também é. Com 10 acerolas, conseguimos quase 1g de vitamina C, excelente para prevenir os resfriados. Quer mais um exemplo prático de utilizar? O limão tem muita vitamina C, principalmente na casca. Então aquele suco com casca de limão ou raspas de limão na sua salada de agrião e brócolis é um prato super rico em vitamina C. Outros alimentos cheios de vitamina C são os pimentões, bergamota, goiaba, laranja, mamão, couve manteiga.


Ao pensar em prevenção temos que ter um “time” de nutrientes para fortalecer o sistema imunológico. O zinco estimula nossas células de defesa a trabalharem melhor e podemos encontrá-lo nas ostras, nas carnes e nas leguminosas germinadas como lentilha, feijão e ervilha. A germinação destas leguminosas reduz os fatores anti nutricionais, o que melhora a absorção do zinco e também de outros nutrientes. Para atingirmos as necessidades de zinco precisamos de 1 bife de carne de gado ou 3 colheres de sopa de lentilha germinada.


O selênio tem ação antioxidante e basta comer 2 a 3 castanhas do pará ao dia para chegar à dose necessária. Para os que não gostam de castanha do pará temos os ovos, a semente de girassol, nozes e amêndoas (lembrando que estas opções possuem bem menos selênio). Para chegarmos a quantidade de selênio de uma castanha deveríamos comer em média 3 colheres de sopa de semente de girassol mais 5 ovos.

Não podemos deixar de falar do grande poder da vitamina D na imunidade, importante no tratamento de muitas doenças quem dirá nas gripes e resfriados. O ideal é sempre manter bons níveis sanguíneos de Vitamina D, principalmente para nós que moramos no Sul e ficamos dias sem sol, nossa melhor fonte, quando chega o inverno. Quem está com deficiência dessa vitamina nessa época do ano pode fazer uso de suplementos, sempre com orientação de nutricionista ou médico.  A melhor maneira de obter vitamina D é se expor ao sol, mas também temos alimentos que a possuem como a sardinha, leite, ovos.


O retinol ou a vitamina A presente em frutas e verduras com cores acentuadas como cenoura, moranga, batata doce, pêssego, fortalece nosso sistema de defesa.  Lembrando que os alimentos crus, como cenoura crua, possui mais vitamina A do que os cozidos.

Além destes, temos o própolis verde, que pode ser utilizado em extrato ou tintura, tanto para prevenir como tratar, o que vai mudar é o número de gotinhas ao dia. Para prevenir a gripe 10-15 gotas ao dia é o suficiente, já quando estamos iniciando um resfriado podemos utilizar esta dosagem 2 a 3 x ao dia.  O alho tem um grande poder antibiótico e anti-inflamatório, podendo ser utilizado em alimento, óleo ou extrato. A melhor maneira de obter todos os benefícios do alho é consumi-lo cru, podemos adicionar uns dois dentes de alho à garrafa de azeite de oliva que utilizamos na salada ou utilizá-lo como tempero no final do preparo dos alimentos como feijão, arroz.


Todos estes nutrientes podem ser utilizados em suplementos mas lembre-se que tudo depende de quanto você precisa, ou seja, você é um ser único. O suplemento pronto Polivitamínicos de A a Z, por exemplo, de venda livre nas farmácias, tem uma variedade imensa de nutrientes, mas nem todos são bem absorvidos pelo nosso corpo e as vezes podem até te prejudicar.
​Temos sempre que lembrar que uma alimentação saudável e equilibrada todos os dias nos deixa livre de qualquer doença o ano todo.
 
*Texto escrito pela nutricionista funcional e coaching de emagrecimento Jociane Catafesta


  AlimentosDicasSaúde